Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Registo 90

Registo da vida a mudar desde 01/01/1990.

Registo da vida a mudar desde 01/01/1990.

Mais sobre mim

foto do autor

Eu nas redes sociais:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Minimalismo: Em busca de uma vida com propósito.

O minimalismo apareceu na minha vida porque eu não estava bem e precisava de mudar. A minha vida estava cheia de apêndices e sabia que não conseguiria mudar tendo todas aquelas âncoras. 

 

Então, fiz limpezas, doações, organizei várias coisas.

 

Agora, estou mais livre, embora nunca totalmente, de âncoras e apêndices. Agora, tenho mais tempo para me dedicar a viver uma vida mais intencional e com um propósito, porque tenho menos roupa para lavar, menos móveis para limpar, menos tarefas para fazer, posso viajar ou mudar de casa ou de lugar com menos trabalho e preocupações.

 

No entanto, dei por mim a pensar que uma vida com propósito não tem nada a haver com uma vida minimalista. 

 

Se o meu propósito é ser saudável, eu tenho que fazer exercício. Se o meu propósito é mudar de profissão, posso simplesmente fazer várias formações online e ler vários livros para me instruir e me capacitar para desempenhar um novo trabalho.

 

O minimalismo ou o a desorganização ou mesmo a tralha não impede muitas pessoas de prosseguirem os seus objectivos.

 

O "mindset" e a necessidade são motores mais potentes que os as mobílias ou montanhas de roupa. Mudar tem tudo a haver com motivação, determinação, força de vontade, rotina. E muito pouco a haver com a quantidade de camisas que a pessoa tem ou o tamanho da colecção de livros.

 

No entanto, acho que se devia falar de minimalismo ou de desapego ou mesmo de intencionalismo num sentido mais abrangente.

 

Muitas vezes aquilo que nos impede de seguir em frente são relações de amizade, familiares ou afectivas, são dificuldades financeiras ou obrigações, como por exemplo, ter animais de estimação.

 

Nesta minha jornada, encontrei o minimalismo e métodos de organização como Kondo Marie, método dos envelopes, bullet journaling, como ferramentas determinantes para viver uma vida com propósito e intenção, para me ajudar a resolver maus hábitos financeiros, reduzir o stresse, a lidar melhor com o facto de morar sozinho e ser solteiro, mas hoje sei que essa é uma escolha pessoal e que nada tem a haver com o propósito que posso ou quero dar a minha vida.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Eu nas redes sociais:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.